Análise do material lítico resgatado na fronteira oeste do RS

Authors

  • Lucio Lemes
  • André Garcia Loureiro

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv5n2-004

Keywords:

tecnologia, lítico, fronteira

Abstract

O presente artigo apresenta uma síntese dos trabalhos realizados no Salvamento Arqueológico intitulado “Programa de Gestão do Patrimônio Arqueológico na Área de Instalação do Grupo Sant´Ana 1”. A região do Salvamento foi à campanha oeste do Rio Grande do Sul, mais especificamente as cidades de Alegrete, Quaraí e Santana do Livramento. Historicamente esta área foi ocupada pela reconhecida indústria Catalanense. Desta forma, apresentaremos um resumo de 3 sítios dos arqueológicos dos 55 sítios resgatados e as interpretações de suas paisagens e suas tecnologias.  

References

BÓRMIDA, Marcelo. El Cuareimense: Una antigua industria lítica en el norte del Uruguay. Publicaciones del Seminario de Estudios Americanos. Homenaje a Marques Miranda Madrid, 1964.

CHEBATAROFF, Jorge. El yacimiento lítico prehistórico del arroyo Catalán Chico. Revista Nacional .v.60, p. 78-92, Montevideo, 1961.

CONTEXTOS, Relatório final de salvamento do programa de gestão do patrimônio arqueológico – Tomo I na área de instalação do grupo Sant’ana1, Pelotas, 2021.

HILBERT, Klaus. Aspectos de la arqueología en el Uruguay. Mainz am Rhein: Von Zabern, 1991.

______. Arqueologia pré-histórica do Uruguai: Uma revisão. Estudos IberoAmericanos. v. XX, n.1, Porto Alegre: PUCRS, 1994.

______. Indústrias Líticas como vetores de Organização Social Ou: Um ensaio sobre pedras e pessoas. In: BUENO, L. & ISNARDIS, A. Das Pedras aos Homens – Tecnologia Lítica na Arqueologia Brasileira. Belo Horizonte: Argumentum, p.95-116, 2007.

______. Diálogos entre substâncias, cultura material e palavras. Métis: História e Cultura. Caxias do Sul: Educs. Vol. 8, N. 16. p. 11-42, 2009

LEMES, Lucio. O sítio do Areal e a região do Rincão do Inferno: a variabilidade gestual e o modelo locacional para a fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) - Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MILDER, Saul Eduardo. Seiguer ,OLIVEIRA. Edson. Cronologia da sequência dos eventos climáticos do Quaternário do Oeste do Rio Grande do Sul. Hífen, Uruguaiana, n. 18, p. 55-61, 1993.

MILDER, Saul Eduardo Seiguer. A fase Ibicuí: uma revisão arqueológica, cronológica e estratigráfica. Dissertação de Mestrado em Arqueologia. Porto Alegre, PUCRS.136 p. 1994A.

_______. Pesquisas arqueológicas na região platina. Revista do Centro de Ciências Sociais e Humanas. UFSM. Santa Maria.v.9,nº7, 1994B.

_______. Uma breve análise da Fase arqueológica Ibicuí. Revista do Cepa, Santa Cruz do Sul.v.19,nº 22, 1995.

_______. Arqueologia do sudoeste do rio grande do sul, uma perspectiva geoarqueológica. Tese de doutorado. São Paulo, MAE/USP, 2000.

_______. Projeto de levantamento e salvamento arqueológico referente a área de instalação da linha de transmissão (Uruguaiana/Maçambará e Santo Angelo/Santa Rosa). Relatório Técnico final ao IPHAN, Santa Maria, 2003.

TADDEI, Antônio. Alguns aspectos de la arqueológia prehistorica del Uruguay. Estudios Atacameños, 1987. DOI: https://doi.org/10.22199/S07181043.1987.0008.00006

TADDEI, Antônio. El Rio Negro Medio. Centro de Estudios Arqueológicos Estado actual de las investigaciones arqueológicas en el Uruguay (Parte 1), nº 3, Montevideo, 1985.

TADDEI, Antônio. Um preceramico de Lascas en el Aº Catalán Chico (Dpto. de Artigas). El sítio Arqueológico. 19-S-4. VII Congresso Nacional de Arqueologia, 1982.

Downloads

Published

2023-07-06

How to Cite

LEMES, L.; LOUREIRO, A. G. Análise do material lítico resgatado na fronteira oeste do RS. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 503–520, 2023. DOI: 10.46814/lajdv5n2-004. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1370. Acesso em: 23 jul. 2024.
<br data-mce-bogus="1"> <br data-mce-bogus="1">