A questão ambiental mundial e a gestão ambiental pública no Brasil

Authors

  • Rogério Henrique Ohhira
  • Moacir Jose dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv5n1-005

Keywords:

meio ambiente, gestão ambiental, planejamento ambiental, impacto ambiental

Abstract

O presente trabalho apresenta um histórico evolutivo da questão ambiental no planeta, dos usos dos recursos naturais pelo homem, e a evolução do uso desses recursos, em uma abordagem que permeia os usos dos recursos naturais para a subsistência até os seus usos de forma predatória e insustentável. Na sequência é apresentado as primeiras manifestações humanas a nível global sobre a situação dos usos dos recursos naturais no planeta e os impactos ambientais decorrentes desses usos. Por fim o trabalho faz uma abordagem sobre a questão ambiental no Brasil, os movimentos ecológicos. as políticas públicas e um histórico evolutivo da legislação ambiental no Brasil, O objetivo do trabalho foi apresentar como o homem ocupou e utilizou dos recursos naturais no planeta e os reflexos desse uso para com o meio ambiente. A metodologia utilizada para a coleta de dados foi de natureza básica, exploratória e qualitativa. Os Instrumentos de coleta e análise dos dados utilizados foram a pesquisa documental em bibliografias especializadas, os resultados desse trabalho apresentam uma evolução tanto na questão da evolução do uso dos recursos naturais pelo homem quanto na percepção e ação de pessoas e grupos isolados em defesa de um desenvolvimento mais harmônico e respeitosos com esses recursos, não só no discurso mais prevendo inclusive sua escassez, o que culminou em grandes encontros internacionais e locais para discutir a relação homem e meio ambiente, que por sua vez gerou acordos, normas leis e o conceito de desenvolvimento sustentável.

References

ANDRADE, Sueli A. de. Educação Ambiental: curso básico à distância: questões ambientais, conceitos, história, problemas e alternativas. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2001. 5v. 2ª Edição ampliada

BARBIERI, José Carlos. Gestão Ambiental Empresarial: Conceitos, Modelos e Instrumentos. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2007. 382 p.

BARROS, A. J. S.; LEHFELD, N. A. S. Fundamentos da Metodologia Científica. 3. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

BORGES, Instituto Mauro. Perfil Socioeconômico de Goiatuba. 2010. Disponível em: <http://www.imb.go.gov.br/>. Acesso em: 31 ago. 2014.

BORGES, Instituto Mauro. Perfil Socioeconômico de Morrinhos. 2010. Disponível em: <http://www.imb.go.gov.br/>. Acesso em: 31 ago. 2014.

BRASIL. José Silva Quintas. Ibama (Org.). Introdução à Gestão Ambiental Pública. Brasília: Ibama, 2005. 132 p.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino; SILVA, Roberto da. Metodologia Cientifica. 6. ed. São Paulo: Pearson, 2010. 162 p.

IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em: .

MARTINS, Gilberto de Andrade. Manual de Elaboração de Monografias e Dissertações. 3. ed. São Paulo: Atlas S.a, 2007. 134 p.

MEDINA, N.M. de. Educação Ambiental: curso básico à distância: questões ambientais, conceitos, história, problemas e alternativas. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2001. 5v. 2ª Edição ampliada

OLIVEIRA, S.L. Tratado de Metodologia Científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 2002.

SANTOS, Rozely Ferreira dos (Org.). Planejamento Ambiental: teoria e prática. Cubatão: Oficina de Textos, 2013.

Downloads

Published

2023-01-13

How to Cite

OHHIRA, R. H.; DOS SANTOS, M. J. A questão ambiental mundial e a gestão ambiental pública no Brasil. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 62–75, 2023. DOI: 10.46814/lajdv5n1-005. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1237. Acesso em: 23 jul. 2024.
<br data-mce-bogus="1"> <br data-mce-bogus="1">