Mapeamento e reconstituição dos ambientes fitoecológicos para o sul do estado do Tocantins por meio de imagens Landsat MSS e TM, e dados geoambientais

Mapping and reconstitution of phytoecological environments for southern Tocantins State using Landsat MSS and TM images, and geoenvironmental data

Authors

  • Ricardo Flores Haidar
  • Ricardo Ribeiro Dias
  • Eduardo Quirino Pereira
  • Isac Tavares de Santana
  • Jailton Soares dos Reis

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv4n5-019

Keywords:

Landsat MSS e TM images, reconstituting the environments, phytophysiognomy, imagens Landsat MSS e TM, reconstituição de ambientes, fitofisionomias, Amazônia Legal

Abstract

O mapeamento e reconstituição dos ambientes fito-ecológicos para o sul do Tocantins foi baseado em imagens Landsat MSS e TM, na utilização de dados geológicos, de relevo, solo e clima, e em técnicas de processamento de imagens e processamento digital. No total, 719 parcelas foram examinadas no campo em cerrado stricto sensu, cerradão, parque de cerrado, floresta estacional e mata ciliar (mata de galeria). Em todas as fitofisiognomias foram encontradas uma grande riqueza e diversidade. As estimativas de densidade variaram, enquanto a área basal mostrou uma tendência de aumento de ambientes de savana para ambientes florestais, refletindo a maior cobertura de copa das árvores neste último ambiente. O cerrado stricto sensu é a fitofisiognomia mais representativa da faixa Sul, seguido pelo parque cerrado, contatos de savana/floresta sazonal, florestas sazonais e, no último lugar, as formações herbáceas. Os índices avaliados validam, no mapeamento, a distinção entre: 1) denso, típico e ralo cerrado; 2) fitofisiognomias que ocorrem dentro das áreas do parque de cerrado; 3) florestas semideciduais sazonais e sub-montanhosas decíduas; e 4) matas ciliares. Uma melhor delimitação e mapeamento dos ambientes de cerrado e floresta mostram como eles são indispensáveis para orientar o registro de reserva legal dentro da Amazônia Legal (80% de reserva em área de floresta e 35% de reserva em área de cerrado).

Published

2022-10-28

How to Cite

HAIDAR, R. F.; DIAS, R. R.; PEREIRA, E. Q.; SANTANA, I. T. de; REIS, J. S. dos. Mapeamento e reconstituição dos ambientes fitoecológicos para o sul do estado do Tocantins por meio de imagens Landsat MSS e TM, e dados geoambientais: Mapping and reconstitution of phytoecological environments for southern Tocantins State using Landsat MSS and TM images, and geoenvironmental data. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 4, n. 5, p. 1797–1809, 2022. DOI: 10.46814/lajdv4n5-019. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1174. Acesso em: 22 apr. 2024.
<br data-mce-bogus="1"> <br data-mce-bogus="1">