Práticas empreendedoras em ensino e educação

Entrepreneurial practices in teaching and education

Authors

  • Edmir Kuazaqui
  • Luís Antônio Volpato

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv4n4-011

Keywords:

educação, empreendedorismo, ensino universitário, criatividade, andragogia

Abstract

Este artigo aborda a adoção de práticas empreendedoras como estratégia fundamental ao professor universitário. É bem verdade que a junção de conceitos educacionais ao empreendedorismo não tenha sido suficientemente aprofundada, por uma série de preconceitos que tem barrado essa discussão até agora (Lavieri, 2010). Por esse motivo, este trabalho foca a sua importância para a formação qualitativa do aluno. Mas em que consistem essas práticas empreendedoras?  Essas práticas, conforme Lowman (2004), relacionam-se às diferentes ações aplicadas pelo docente no sentido de melhor transmitir seus ensinamentos e fazer com que o corpo discente possa entender e compreender os conteúdos ministrados e respectivas aplicações. Desta forma, o professor deixa de ser simplesmente um conteudista e passa a ser um facilitador do processo de aprendizagem. Destaca-se, assim, a importância da educação continuada, para a evolução de conteúdos, tanto do ponto de vista do docente quanto do discente. Após as análises e discussões, será apresentada uma reflexão sobre a importância de um processo de educação criativo dialogado, constantemente planejado e sustentado. Este trabalho valeu-se de estudo exploratório, com técnicas bibliográfica e de campo, principalmente o vivencial, a partir do registro sistêmico de experiências do autor do artigo bem como o depoimento de outros docentes. Caracteriza-se então como um estudo essencialmente qualitativo, sem comprovação estatística da aplicação dessas práticas.

References

Anastasiou, L. of G. C.; Alves. P. Processes of teaching at the University. Assumptions for Work in Classroom Strategies. Santa Catarina: Univille, 2009. (In Portuguese)

Cardoso, Fernando Henrique. The Art of Politics. The history that I lived. Rio de Janeiro: Brazilian Civilization, 2006. (In Portuguese)

Day, Robert A.; Gastel, Barbara. How to Write and Publish a Scientific Paper. Grenwood, 2011.

Kanitz, Stephen. What is the Problem? Veja magazine, 2005 (38) 13: 18. (In Portuguese)

Lopes, Mary A. Rose (ed.). Entrepreneurial Education. Concepts, Models and Practices. Sao Paulo: Campus / Sebrae, 2010. (In Portuguese)

Lowman, Joseph. Mastering the Techniques of Teaching. Sao Paulo: Atlas, 2004. (In Portuguese)

Marconi, Marina Andrade; Lakatos, Eva Maria. Fundamentals of Scientific Methodology, 6th ed. São Paulo: Atlas, 2009. (In Portuguese)

Moran, Jose Manuel. New Technologies and Pedagogical Mediation. Sao Paulo: Papyrus, 2009. (In Portuguese)

Morin, Edgar. Science with Conscience. Barcelona: Anthropos / Editorial Del Hombre, 1994. (In Portuguese)

Morin, Edgar. Head Well-done: Rethinking Reform, Reform Thought. Rio de Janeiro: Bertrand, 2000. (In Portuguese)

Nicolescu, B. The Manifesto of Transdisciplinarity. Collection Trans. Sao Paulo: Triom, 2001. (In Portuguse)

Predebon, Joseph Creativity Classes for Renew. Sao Paulo: MCMLight, 2009. (In Portuguese)

Published

2022-08-12

How to Cite

KUAZAQUI, E. .; VOLPATO, L. A. . Práticas empreendedoras em ensino e educação: Entrepreneurial practices in teaching and education. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 4, n. 4, 2022. DOI: 10.46814/lajdv4n4-011. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1138. Acesso em: 12 apr. 2024.
<br data-mce-bogus="1"> <br data-mce-bogus="1">