Uso da dexmedetomidina na anestesiologia: uma revisão de literatura

Authors

  • Guilherme Moura Lima Verde
  • Giovana de Souza da Silva
  • Fernanda Gomes Ferreira Zago Corrêa

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n3espec-080

Keywords:

anestesiologia, efeitos colaterais, sedação, dexmedetomidina

Abstract

Introdução: A dexmedetomidina é um agonista alfa-2 adrenérgico utilizado na anestesiologia por suas propriedades sedativas, ansiolíticas e analgésicas, sem causar depressão respiratória significativa. É frequentemente usada para sedação em procedimentos cirúrgicos e diagnósticos, assim como em unidades de terapia intensiva para pacientes que necessitam de ventilação mecânica. A principal vantagem da dexmedetomidina é sua capacidade de proporcionar uma sedação consciente, permitindo que os pacientes sejam facilmente despertados e cooperativos, o que facilita avaliações neurológicas e outras interações clínicas. No entanto, a administração desse fármaco deve ser cuidadosamente monitorada devido ao risco de efeitos colaterais como bradicardia e hipotensão. Objetivo: Este estudo tem como objetivo abordar essa ferramenta valiosa na anestesiologia moderna, ressaltando os riscos e benefícios, a fim de oferecer uma boa analgesia e segurança respiratória. Metodologia: Trata-se de uma revisão da literatura baseada na análise de artigos científicos publicados nas bases SciELO, BVS, Medline e LILACS. Foram incluídos estudos em inglês e português, publicados entre 2000 e 2023, que abordassem o uso da dexmedetomidina na anestesiologia. Resultados: A dexmedetomidina proporciona sedação consciente, efeitos analgésicos e ansiolíticos, sendo útil tanto em sedação e analgesia em UTI quanto como adjuvante de anestesia geral. No entanto, seu uso requer monitoramento rigoroso devido aos riscos de bradicardia e hipotensão. Conclusão: A dexmedetomidina é uma ferramenta importante na anestesiologia, oferecendo sedação e analgesia eficazes sem causar depressão respiratória, mas exige monitoramento adequado para evitar efeitos adversos.

References

AFOSO, J., & Reis, F. (2021). Dexmedetomidina: papel atual em anestesia e cuidados intensivos. Revista Brasileira de Anestesiologia. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rba/a/HdNtkgKHyKPQcdgRyFWKSQC/?lang=pt#

BAGATINI, A., GOMES, C. R., MASELLA, M. Z., & GABRIELLE, R. (2021). Dexmedetomidina: farmacologia e uso clínico. Revista Brasileira de Anestesiologia. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rba/a/p4h6jZ39C9PbyKzzbdfjYbH/?lang=pt#

BOFF, G. A. et al. (2022). Alterações hemodinâmicas e respiratórias da infusão contínua de dexmedetomidina na anestesia geral em cães: revisão sistemática e meta-análise. Research, Society and Development, 11(7), e39611729980. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29980

DA, S. et al. (2023). Association of Adjuvants (dexamethasone X dexmedetomidine) in peripheral never block: a literature review. Research, Society and Development, e26012240293. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v12i2.40293

DOS, S., & NASCIMENTO, J. (2024). Dexmedetomidina: Um Fármaco Versátil da Anestesia Moderna. Revista Científica Hospital Santa Izabel, (1), 12-18. DOI: https://doi.org/10.35753/rchsi.v8i1.509

RIBEIRO V., N., & Nascimento Junior, P. (2022). Uso de dexmedetomidina em anestesiologia. Revista Brasileira de Anestesiologia. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rba/a/cDWJttrQjMVYGCCrWxXJ4hS/?lang=pt#

Published

2024-07-10

How to Cite

VERDE, G. M. L.; SILVA, G. de S. da; CORRÊA, F. G. F. Z. Uso da dexmedetomidina na anestesiologia: uma revisão de literatura. Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 3, p. e1752, 2024. DOI: 10.46919/archv5n3espec-080. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1752. Acesso em: 12 jul. 2024.

Most read articles by the same author(s)