Complicações na sala de recuperação pós-anestésica: uma revisão integrativa

Authors

  • Aylla Rainere Amaral Costa
  • Isabela Estefani Baggio
  • Henrique Escudeiro Pires

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n3espec-075

Keywords:

complicações pós-anestésicas, sala de recuperação pós-anestésica, recuperação anestésica

Abstract

Introdução: A recuperação anestésica é uma etapa crítica do período pós-operatório imediato. Na sala de recuperação pós-anestésica (SRPA), o paciente submetido ao procedimento anestésico-cirúrgico deve permanecer sob observação e monitorização constantes de uma equipe multidisciplinar até que ocorra recuperação e estabilidade clínica. Este artigo de revisão examina as complicações mais frequentes na SRPA em diferentes circunstâncias, considerando que a prevalência e frequência dependem de inúmeros fatores como comorbidades pré-existentes, método anestésico escolhido, tempo de duração do procedimento, entre outros. Materiais, sujeitos e métodos: Este artigo de revisão foi elaborado a partir de artigos científicos e de revisão publicados e referenciados na SciELO, Medline/PubMed e Revista Brasileira de Anestesiologia entre 2009 e 2023. Resultados e discussão: Com base em uma extensa pesquisa bibliográfica, são identificadas e discutidas complicações como hipotermia, dor, hipoxemia, náusea, vômito e instabilidade hemodinâmica. Além disso, são exploradas complicações específicas, suas causas, impactos clínicos, abordagens de prevenção e gestão usadas pelos profissionais de saúde. Considerações finais: Para obter sucesso pós-anestésico, é necessário implantar uma assistência individualizada de forma integral e específica em todos os momentos do período peri-operatório, com o propósito de possibilitar ao paciente uma recuperação mais rápida e eficaz, evitando complicações imediatas na SRPA.

References

Ahmad, I., et al. (2017). Airway management research: a systematic review. Anaesthesia, 72(3), 362-374. doi:10.1111/anae.13700. DOI: https://doi.org/10.1111/anae.13700

BELCHER, A. W. et al. Incidence of complications in the post-anesthesia care unit and associated healthcare utilization in patients undergoing non-cardiac surgery requiring neuromuscular blockade 2005–2013: A single center study. Journal of Clinical Anesthesia, v. 43, p. 33–38, dez. 2017. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclinane.2017.09.005

BRACEY, D. N. et al. Incidence and Predictive Risk Factors of Post-operative Urinary Retention after Primary Total Knee Arthroplasty. The Journal of Arthroplasty, v. 36, n. 7, fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.1016/j.arth.2021.02.043

CARNEIRO, D. M. DA S.; BARRETO NETO, A. C.; SERRANO, S. Q. ANÁLISE DE COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS IMEDIATAS EM CIRURGIAS ABDOMINAIS NO PERÍODO DE 2009 A 2011. In: Saúde em Foco: Doenças Emergentes e Reemergentes - Volume 1. [s.l.] Editora Científica Digital, 2020. p. 32–42. DOI: https://doi.org/10.37885/201001717

Cooper, R. M., et al. (2016). Complications associated with awake fiberoptic intubation: A systematic review and meta-analysis. Canadian Journal of Anesthesia, 63(7), 860-871. doi:10.1007/s12630-016-0668-7.

CUNHA, Ana Lúcia Silva Mirancos da; PENICHE, Aparecida de Cássia Giani. Validação de um instrumento de registro para sala de recuperação pós-anestésica. ACTA de Enfermagem. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ape/a/z8GcpzvFsxZzwWYjf5T4TLP/?lang=pt. Acesso em: 6 jun. 2024.

DUTRA, Larissa Ramalho Dantas Varella; ARAÚJO, Alane Macatrao Pires de Holanda; MICUSSI, Maria Thereza Albuquerque Barbosa Cabral. Non-pharmacological therapies for postpartum analgesia: a systematic review. BrJP, v. 2, n. 1, p. 72–80, jan. 2019. DOI: https://doi.org/10.5935/2595-0118.20190014

DORRIS, E.N. et al. (2021). Post-intubation subglottic stenosis: incidence, risk factors, and management. Journal of Anesthesia, 35(2), 165-172. doi:10.1007/s00540-020-02862-4.

El-Orbany, M., Salem, M. R. (2013). Endotracheal tube cuff leaks: Causes, consequences, and management. Anesthesia & Analgesia, 117(3), 428-434. doi:10.1213/ANE.0b013e318297366d. DOI: https://doi.org/10.1213/ANE.0b013e318292ee21

LIU, Qing et al. Complications of emergency endotracheal intubation: a comprehensive meta-analysis of randomized and non-randomized studies. The Journal of Emergency Medicine, v. 50, n. 2, p. 249-262, 2016. Disponível em: https://www.jem-journal.com/article/S0736-4679(15)00734-9/fulltext. Acesso em: 13 jun. 2024.

LOPEZ, M. B. Postanaesthetic shivering – from pathophysiology to prevention. Romanian Journal of Anaesthesia and Intensive Care, v. 25, n. 1, 15 abr. 2018. DOI: https://doi.org/10.21454/rjaic.7518.251.xum

MORO, E. T. et al. Principais preocupações dos pacientes sobre as complicações mais frequentes na sala de recuperação pós-anestésica. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 59, n. 6, p. 716–724, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-70942009000600007

Nordin, U. (1977). The trachea and cuff-induced tracheal injury. An experimental study on causative factors and prevention. Acta Oto-Laryngologica, 345(suppl), 1-71. doi:10.3109/00016487709123989. DOI: https://doi.org/10.3109/00016487709123989

Pacheco-Lopez PC et al. Complications of Airway Management. Respir Care 2014;59(6):1006–1021. DOI: https://doi.org/10.4187/respcare.02884

RAMOS, J. A.; BRULL, S. J. Convulsões não epilépticas psicogênicas em sala de recuperação pós‐anestésica. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 66, n. 4, p. 426–429, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.bjan.2013.10.003

RABINSTEIN, A. A.; KEEGAN, M. T. Neurologic complications of anesthesia. Neurology: Clinical Practice, v. 3, n. 4, p. 295–304, 1 ago. 2013. DOI: https://doi.org/10.1212/CPJ.0b013e3182a1b9bd

Revista SOBECC. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/104/pdf. Acesso em: 14 jun. 2024.

RIPOLLÉS-MELCHOR, J. et al. Aceleração da recuperação após protocolo cirúrgico versus cuidados perioperatórios convencionais em cirurgia colorretal. Um estudo de coorte em centro único. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 68, n. 4, p. 358–368, 2018. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29609882/. Acesso em: 6 jun. 2024. DOI: https://doi.org/10.1016/j.bjan.2018.01.003

SCHWARTZMAN, U. P. Y. et al. Complicação anestésica em hospital de reabilitação. A incidência tem relação com a consulta pré‐anestésica? Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 64, n. 5, p. 357–364, 2014. DOI: https://doi.org/10.1016/j.bjan.2013.03.024

WALTON, Christina et al. Prevention of endotracheal intubation-related infections: a systematic review. Intensive Care Medicine, v. 42, n. 6, p. 853-864, 2016. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s00134-016-4343-4. Acesso em: 13 jun. 2024.

WONGYINGSINN, M.; POOKPRAYOON, V. Incidence and associated factors of perioperative hypothermia in adult patients at a university-based, tertiary care hospital in Thailand. BMC Anesthesiology, v. 23, p. 137, 25 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.1186/s12871-023-02084-2

Published

2024-07-10

How to Cite

COSTA, A. R. A.; BAGGIO, I. E.; PIRES, H. E. Complicações na sala de recuperação pós-anestésica: uma revisão integrativa . Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 3, p. e1747, 2024. DOI: 10.46919/archv5n3espec-075. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1747. Acesso em: 12 jul. 2024.