Schwannoma intra ósseo: relato de caso e revisão de literatura

Authors

  • Pedro Lucas Pereira Matos
  • Pietro Macari Alem Mascanhi
  • Felipe Lapido Aguiar

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n3espec-037

Keywords:

Schwannoma intraósseo, células de Schwann, tumores benignos, tumores ósseos

Abstract

Os Schwannomas são tumores benignos que acometem as células de Schwann. A apresentação intraóssea é rara e representa cerca de 0,2% dos schwannomas, sendo a mandíbula o osso mais acometido. Objetivo: O presente artigo tem por objetivo revisar a literatura e relatar um caso acerca do conhecimento atual sobre a patogenia, diagnóstico e tratamento do Schwannoma intraósseo. Materiais e Métodos: Para a elaboração deste artigo de relato de caso e revisão, foram consultados relatos de caso e artigos de revisão publicados e referenciados na Medline/PubMED e SciELO entre os anos 2000 e 2024. Resultados e Discussão: A gênese dessa enfermidade ainda não é completamente esclarecida. O acometimento é quase que exclusivo das fibras sensitivas, que são raras nos ossos. Os tumores podem surgir em qualquer idade, mas são mais frequentes a partir da 4ª década de vida. Podem ser assintomáticos ou causar dor e edema, sendo possível também o diagnóstico após fratura patológica. Considerações Finais: A ressonância magnética é o método de escolha para o diagnóstico. O Schwannoma intraósseo é raro, mas pode gerar impactos importantes. O tratamento dessa condição se dá pela ressecção da lesão e preenchimento com enxerto ósseo. A taxa de recidiva do tumor é baixa e ainda não foi descrita transformação maligna desse tumor.

References

BRASIL. Ministério da Saúde. Vigitel Brasil 2019: Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2020 [cited 2021 Nov 20]. Disponível em: https://bit.ly/3vsWmkQ

BRASIL. Secretaria de Estado de Saúde do Rio Grande do Sul. Guia do Pré-Natal na Atenção Básica. 2018.

DA COSTA, M. M. et al. The relationship between overweight and female infertility. Health Sciences Journal, v. 11, n. 4, p. 3-10, 2021. DOI: https://doi.org/10.21876/rcshci.v11i4.1167

DRUMOND, G. C. et al. Schwannoma intraósseo: relato de caso e revisão da literatura. Revista Brasileira de Ortopedia, v. 55, p. 258-262, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.rbo.2018.02.003

FEBRASGO. Predição e prevenção da pré-eclâmpsia. FEBRASGO Position Statement, n. 1, 2023.

FERREIRA, H. M. B. Infertilidade feminina e suas associações com o excesso de peso e a nutrição: revisão narrativa. 2023. Trabalho de Conclusão de Curso.

FICHMAN, V.; COSTA, R. S.; MIGLIOLI, T. C.; MARINHEIRO, L. P. Association of obesity and anovulatory infertility. Einstein (Sao Paulo), v. 18, eAO5150, 2020. https://doi.org/10.31744/einstein_journal/2020AO5150PMid:32159605 PMCid DOI: https://doi.org/10.31744/einstein_journal/2020AO5150

FORTUNATO, C. C.; MELO, S. S. A Alimentação saudável na melhora dos sintomas da Síndrome dos Ovários Policísticos: Uma revisão da literatura. Inova Saúde, v. 14, n. 4, p. 175-186, 2024. DOI: https://doi.org/10.18616/inova.v14i4.7685

GASPARI, L. V.; CHIARADIA, C. F. C.; REQUEIJO, M. J. R. Evolução diagnóstica no rastreio da pré-eclâmpsia: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, v. 12, n. 7, p. e17812742726, 1 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v12i7.42726

KARRAR, S. A.; HONG, P. L. Preeclâmpsia. 2023. StatPearls.

KASHIMA, T. G. et al. Schwannoma intraósseo na Schwannoma tose. Radiologia esquelética, v. 42, p. 1665-1671, 2013. DOI: https://doi.org/10.1007/s00256-013-1712-6

MESSEDER, C. B. et al. Pré-eclâmpsia: uma revisão da etiologia ao tratamento. Brazilian Journal of Health Review, v. 6, n. 4, p. 19279–19292, 30 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv6n4-414

MINOWA, K. et al. Achados de TC e RM de Schwannoma intraósseo de mandíbula: relato de caso. Radiologia Dentomaxilofacial, v. 36, n. 2, p. 113-116, 2007.

PRETTI, M. de B. et al. A influência do diagnóstico precoce da pré-eclâmpsia na mortalidade materna e na fetal. Brazilian Journal of Implantology and Health Sciences, Macapá, v. 5, n. 5, 2023. DOI: https://doi.org/10.36557/2674-8169.2023v5n5p6583-6591

SAUNDERS, C. et al. Procedimentos metodológicos para elaboração de plano alimentar adaptado baseado na dieta DASH para gestantes com diabetes mellitus. BJD, v. 7, p. 116769-116788, 2021. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n12-436

SILVESTRIS, E.; LOVERO, D.; PALMIROTTA, R. Nutrition and female fertility: an interdependent correlation. Front Endocrinol (Lausanne), v. 10, p. 346, 2019. https://doi.org/10.3389/fendo.2019.00346 PMid:31231310 PMCid DOI: https://doi.org/10.3389/fendo.2019.00346

SIMSEK, H. O. et al. Schwannoma intraósseo de mandíbula. Int J Exper Dent Sci, p. 48-50, 2012.

SOUZA, D. S. M. et al. Biomarcadores laboratoriais como preditores de pré-eclâmpsia. Revista Brasileira de Hipertensão, v. 28, n. 3, p. 238-242, 2021. DOI: https://doi.org/10.47870/1519-7522/20212803238-42

VAZQUEZ, M. C. et al. Intervenções físicas sobre a fisiologia do sistema reprodutor feminino em pacientes obesas inférteis: uma revisão sistemática. Varia Scientia-Ciências da Saúde, v. 7, n. 1, p. 58-68, 2021. DOI: https://doi.org/10.48075/vscs.v7i1.26572

Published

2024-07-09

How to Cite

MATOS, P. L. P.; MASCANHI, P. M. A.; AGUIAR, F. L. Schwannoma intra ósseo: relato de caso e revisão de literatura. Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 3, p. e1709 , 2024. DOI: 10.46919/archv5n3espec-037. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1709. Acesso em: 12 jul. 2024.