Hematoma subdural intracraniano pós-anestesia subaracnoidea: relato de dois casos e revisão de 33 casos da literatura

Authors

  • Nicole Rosenthal Winckler da Silva
  • Fernanda Gallas
  • Gabriela Di Lorenzo Garcia Scherer
  • Maísa Schultz
  • Luiza Campanari

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n3espec-013

Keywords:

raquianestesia, hematoma subdural, hemorragia intracraniana, complicações

Abstract

Introdução: A anestesia subaracnóidea é uma prática usada diariamente durante procedimentos anestésicos, tendo suas consequências bem esclarecidas e estudadas. Após tal procedimento, pode-se haver sintomas como cefaleia, lombalgia, lesões radiculares, dos abscessos e das meningites.Objetivo: ( reforçar a importância da avaliação cuidadosa que deve ser realizada em pacientes com sintomas pós- raquianestesia, devido ao seu grande potencial de letalidade). A presente pesquisa tem por objetivo demonstrar diversas apresentações clínicas sobre o quadro do hematoma subdural pós-anestesia. Materiais e métodos:  Foram analisados artigos por meio de revisão científica nas bases de dados: Medline/PubMED, SciELO e Cochrane, bem como o relato de dois casos clínicos. ( Resultados e discussão: Os pacientes com maior risco para o desenvolvimento da cefaleia após anestesia subaracnóidea são: gestantes, pacientes com múltiplas punções, idosos, pessoas em uso de anticoagulantes, sendo necessária avaliação cautelosa nesse grupo de pessoas (05). A maioria dos pacientes com hematoma subdural após anestesia subaracnoide necessita de drenagem cirúrgica, porém o tratamento conservador pode ser realizado nos pacientes sem desvio da linha média. Apesar de raro, o hematoma subdural é uma complicação presente após procedimento de punção subaracnóidea, necessitando ser diagnosticado. Considerações Finais: O hematoma subdural encontra-se presente principalmente em pacientes que desenvolveram cefaleia pós raqui, ou cefaleia pós punção. Sua apresentação clínica pode ser bem variada, por isso a importância de identificar os sintomas associados e colocá-lo como suspeita diagnóstica.

References

AMORIM, J. A.; REMÍGIO, D. S. C. dos A.; FILHO, O. D.; BARROS, M. A. G. de; CARVALHO, V. N.; VALENÇA, M. M.. Hematoma subdural intracraniano pós-anestesia subaracnóidea: relato de dois casos e revisão de 33 casos da literatura. SciELO, Recife, Rev. Bras. Anestesiol. 60 (6), dezembro de 2010 DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-70942010000600008

BISINOTTO, F. M. B. et al. Hematoma subdural intracraniano: uma rara complicação após raquianestesia: relato de caso. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 62, n. 1, p. 92–95, fev. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-70942012000100012

OLESEN, J. Preface to the Second Edition. Cephalalgia, v. 24, n. 1_suppl, p. 9–10, maio 2004. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1468-2982.2003.00824.x

VERDU, M. T. et al. Non-surgical management of intracranial subdural hematoma complicating spinal anesthesia. Neurocirugia (Asturias, Spain), v. 18, n. 1, p. 40–43, 1 fev. 2007. DOI: https://doi.org/10.1016/S1130-1473(07)70309-3

ZEIDAN, A. et al. Does postdural puncture headache left untreated lead to subdural hematoma? Case report and review of the literature. International Journal of Obstetric Anesthesia, v. 15, n. 1, p. 50–58, jan. 2006. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijoa.2005.07.001

Published

2024-07-08

How to Cite

SILVA, N. R. W. da; GALLAS, F.; SCHERER, G. D. L. G.; SCHULTZ, M.; CAMPANARI, L. Hematoma subdural intracraniano pós-anestesia subaracnoidea: relato de dois casos e revisão de 33 casos da literatura. Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 3, p. e1685 , 2024. DOI: 10.46919/archv5n3espec-013. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1685. Acesso em: 12 jul. 2024.

Most read articles by the same author(s)