Miastenia gravis: relato de dois casos e revisão da literatura

Authors

  • Rafael Silva Dantas
  • Michelle Dayane Antunes de Almeida
  • Barbara Varussa Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n3espec-012

Keywords:

Miastenia Gravis, doença autoimune, anestesiologia, bloqueador neuromuscular

Abstract

Introdução: A Miastenia Gravis (MG) é uma doença autoimune que envolve a junção neuromuscular. Sua patogenia circunda interações do timo e anticorpos contra o receptor de acetilcolina. Clinicamente, é caracterizada por fraqueza e fadiga muscular progressiva. No contexto da anestesiologia, a MG apresenta particularidades, principalmente em relação ao uso de bloqueadores neuromusculares. Objetivo: Este artigo tem como objetivo fornecer uma revisão da literatura médica mais recente, abordando componentes da etiopatogenia, diagnóstico e complicações anestésicas relacionadas à MG. Ademais, serão descritos dois casos de pacientes com MG. Materiais/Sujeitos e Métodos: Para a elaboração deste artigo de revisão foram consultados artigos científicos e artigos de revisão publicados e referenciados em Medline/ PubMed entre 1993 e 2011. Resultados e discussão: A literatura atual evidencia um maior número de complicações em pacientes com MG ao passarem pelo ato anestésico, assim sendo, requer uma maior cautela na seleção de medicamentos. Considerações Finais: Com tratamento correto e acompanhamento, a maioria dos pacientes portadores de MG, tem uma qualidade de vida confortável com expectativa de vida semelhante à população geral.

References

BIZARRO, M. B.; OLIVEIRA, M. A.; NERY, L.; ALVES, D. I. Revista Portuguesa Medicina Geral e Familia, 2017. Disponível em http://hdl.handle.net/10400.26/37010.

GROB, D. et al. Lifetime course of myasthenia gravis. Muscle & Nerve, v. 37, n. 2, p. 141–149, 4 dez. 2007. DOI: https://doi.org/10.1002/mus.20950

KAULING, A. L. C. et al. Miastenia gravis: relato de dois casos e revisão da literatura. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 61, n. 6, p. 755–763, dez. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-70942011000600007

.

MERIGGIOLI, M. N.; SANDERS, D. B. Autoimmune myasthenia gravis: emerging clinical and biological heterogeneity. The Lancet Neurology, v. 8, n. 5, p. 475–490, maio 2009. DOI: https://doi.org/10.1016/S1474-4422(09)70063-8

RUFF, R. L.; LENNON, V. A. How myasthenia gravis alters the safety factor for neuromuscular transmission. Journal of Neuroimmunology, v. 201-202, p. 13–20, set. 2008. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jneuroim.2008.04.038

Published

2024-07-08

How to Cite

DANTAS, R. S.; ALMEIDA, M. D. A. de; CARDOSO, B. V. Miastenia gravis: relato de dois casos e revisão da literatura. Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 3, p. e1684 , 2024. DOI: 10.46919/archv5n3espec-012. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1684. Acesso em: 12 jul. 2024.

Most read articles by the same author(s)