Acidentes de trabalho: direitos e deveres dos enfermeiros

Authors

  • Ana Isabel Marques Nunes
  • Isaac Afonso Chimuco Afonso
  • João Filipe Fernandes
  • Maria do Céu Mancelos
  • Pedro Miguel Santos Henriques
  • Rosa Cândida Melo

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n1-032

Keywords:

enfermeiros, acidentes de trabalho, direitos, deveres, notificação

Abstract

Introdução:Os enfermeiros são o grupo profissional com maior representatividade nas instituições de saúde e pelas características inerentes à sua profissão apresentam elevado risco para os acidentes de trabalho.  Objetivos: Identificar as dificuldades dos enfermeiros no uso dos seus direitos e deveres em contexto de acidente de trabalho, propor estratégias que permitam facilitar a compreensão do enquadramento legal e sensibilizar para a importância da notificação do Acidente de Trabalho.  Metodologia: Trata-se de um estudo com uma abordagem quantitativa, descritivo exploratório, com recolha de dados através de questionário aplicado a 27 enfermeiros de um serviço de Medicina de um Hospital Central para avaliação diagnóstica sobre os conhecimentos dos enfermeiros no âmbito dos Acidentes de Trabalho, direitos e deveres, sendo posteriormente elaborada uma proposta de intervenção. Resultados: Á questão sobre o conhecimento da lei geral do trabalho que dá suporte aos Acidentes de Trabalho, 67% refere que sim e 33% refere que não; Dos que tiveram acidente (n=9), foi questionado se “fizeram participação de acidente de trabalho”, 67% respondeu que não e 33% respondeu que sim; Relativamente à questão sobre o que fizeram “Quando sofreu acidente de trabalho”, 67% não participou porque teve folgas e esperou que melhorasse e 33% teve que faltar ao trabalho. À questão “porque não faz participação de acidente de trabalho”, 36% não tem conhecimento do procedimento institucional e 44% desvalorizam os acidentes de trabalho. Estes resultados permitiram a elaboração de uma proposta de atuação que passa pela consciencialização dos enfermeiros dos seus direitos e deveres, através de ações de formação; realização de um fluxograma de atuação em caso de Acidente de Trabalho e designação de um enfermeiro provedor, tendo como função principal a defesa e promoção dos direitos e interesses dos enfermeiros.  Conclusão: A capacitação e sensibilização para a legislação laboral, sobre os Acidentes de Trabalho, pode surgir como uma medida positiva para os enfermeiros. Estabelecer um ponto de contacto ou serviço especializado em questões legais relacionadas com Acidentes de Trabalho, pode oferecer apoio direto aos enfermeiros, permitindo esclarecer dúvidas, orientar sobre os procedimentos legais e fornecer conselhos sobre o processo de notificação.

References

Alves, P. Amanda, Ferreira D. Milene, Prearo F., Marina, Gir Elucir & Canini R. M., Silvia (2013). Subnotificação de acidentes ocupacionais com material biológico pela enfermagem no bloco cirúrgico.RevistaEletrónicadeEnfermagem.15(2):375-81. https://revistas.ufg.br/fen/article/view/18554

Arieiro, M., Q., Manuel (2015). Subnotificação de Acidentes de Trabalho de Enfermeiros no Serviço de Urgência. Dissertação de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Escola Superior de Saúde. Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Barbosa, S.S.A., Adriana, Diogo, A., Geandra, Salotti, R., A., Selma & Silva, M. U., R, Sónia (2017). Subnotificação de acidente ocupacional com materiais biológicos entre profissionais de enfermagem num hospital público. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho. (15) 1:12-7

Decreto-Lei n.o 503/99, de 20 de novembro, (1999). https://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?nid=597&tabela=leis

Lei n.o 98/2009, de 4 de setembro, Pub. L. No. Diário da República n.o 172/2009, Série I (2009). https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/lei/98-2009-489505

Lei n.o 102/2009, de 10 de Setembro, (2009). https://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_print_articulado.php?tabela=leis&artigo_id=&nid=1158&nversao=&tabela=leis

Bakke, H. A., & Araújo, N. M. C. de. (2010). Acidentes de trabalho com profissionais de saúde de um hospital universitário. Production, 20(4), 669–676. https://doi.org/10.1590/S0103-65132010005000015

Comissão Europeia. (2021). Quadro estratégico da UE para a saúde e segurança no trabalho 2021- 2027.

Conselho de Enfermagem 2016-2019. (2017). Parecer n.o 60/2017. https://www.ordemenfermeiros.pt/arquivo/documentos/Documents/CE_Parecer_60_DefinicaoFunco es.pdf

Martins, D., S., Matilde (2014). Epidemiologia dos Acidentes de Trabalho em Instituições Públicas de Saúde - Fatores Associados e Repercussões. Tese de Doutoramento em Ciências de Enfermagem. Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Universidade do Porto.

Melo, M., S., Francisca, Oliveira, B., S., Brena; Oliveira, Rhaiany, L., Kelly; Bezerra, C., S., Jallyne, Silva, N., Maria, Joventino, Silva., Emanuella (2017). Conhecimentos de enfermeiros sobre acidentes de trabalho. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, (18) 2. Universidade Federal do Ceará

Miguel, S., Garcia, M., & Cunha, A. (2023). Acidentes de Trabalho em Hospital Central: uma visão holística. Revista Portuguesa de Saúde Ocupacional, 16, esub0413. https://doi.org/10.31252/RPSO.21.10.2023

Ribeiro, O. (2023). Ambientes de Prática de Enfermagem Positivos: Um roteiro para a qualidade e segurança (1.a Edição). Lidel.

Santos, M., & Almeida, A. (2021). Acidentes de Trabalho. Revista Portuguesa de Saúde Ocupacional online, 11(1). https://doi.org/10.31252/RPSO.12.06.2021

Serviço de Saúde Ocupacional. (2022). Estatística de acidentes de trabalho - 2022.

Vieira, C. (2009). Acidentes de trabalho em meio hospitalar e sua relação com riscos profissionais [Universidade de Porto]. https://repositorio aberto.up.pt/bitstream/10216/66823/1/000135063.pdf

Published

2024-03-11

How to Cite

NUNES, A. I. M.; AFONSO, I. A. C.; FERNANDES, J. F.; MANCELOS, M. do C.; HENRIQUES, P. M. S.; MELO, R. C. Acidentes de trabalho: direitos e deveres dos enfermeiros. Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 340–352, 2024. DOI: 10.46919/archv5n1-032. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1603. Acesso em: 14 apr. 2024.

Most read articles by the same author(s)