Incremento do teto de média e alta complexidade - desafio à gestão municipal

Authors

  • Márcia Lúcia de Oliveira Gomes
  • Patrícia de Araújo Xavier
  • José Pascoal da Silva Júnior
  • Francisca Samya Silva de Freitas
  • Dinete Leilane Teixeira Rodrigues
  • Kelsen Tavares Barbosa
  • Marizângela Lissandra de Oliveira
  • Mere Benedita do Nascimento

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv5n1-004

Keywords:

financiamento da assistência à saúde, sistemas de informação em saúde, produção em saúde

Abstract

Na gestão do Sistema Único de Saúde, os incentivos de custeio surgiram para estimular os municípios a incorporarem programas que lhes acrescentassem receitas financeiras para obtenção de melhores resultados. Foi realizada uma investigação descritiva, exploratória e transversal, utilizando dados do Sistema de Informação Ambulatorial, Sistema de Informação Hospitalar e Sistema de Controle do Limite Financeiro da Média e Alta Complexidade, do Ministério da Saúde, do ano de 2022, todos de acesso público, dos 184 municípios cearenses. Observou-se que 58% dos municípios do Ceará - Brasil produziram mais que o valor do teto de média e alta complexidade (MAC), quando não se considerou os incentivos e 35% considerando os incentivos. Diante do cenário atual, com mais da metade dos municípios produzindo aquém do teto MAC, sugere-se que as equipes municipais sejam capacitadas no que se refere à alimentação dos sistemas de informação.

References

Brasil. Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Brasília: CONASS, 2007.

___. Portaria nº 3.192, de 24 de dezembro de 2008. Concede reajuste em procedimentos da Tabela do Sistema Único de Saúde – SUS, 2008. Brasília: DF 2008. Disponível em: https://www.normasbrasil.com.br/norma/portaria-3192-2008_212061.html. Acesso em: 04 dez 2023.

___. Manual Técnico Operacional SIA/SUS - Sistema de Informações Ambulatoriais - Aplicativos de captação de produção ambulatorial APAC Magnético - BPA Magnético - VERSIA - DE - PARA - FPO. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2009. 69 p. Disponível em: http://www1.saude.rs.gov.br/dados/1273242960988Manual_Operacional_SIA2010.pdf. Acesso em: 04 dez 2023.

___. Portaria de Consolidação Nº 6, de 28 de setembro de 2017. Brasília: Ministério da Saúde, 2017. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prc0006_03_10_2017ARQUIVO.html. Acesso em: 04 dez 2023.

___. Ofício Circular nº 14/2023/SAES/GAB/SAES/MS. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2023. Disponível em: https://www.cosemssc.org.br/wp-content/uploads/2023/08/OFICIO-CIRCULAR-No-14_2023-SAES_GAB_SAES_MS.pdf. Acesso em: 06 dez 2023.

___. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde - DATASUS. Tecnologia da Informação a Serviço do SUS. Informações de Saúde – Tabwin. 2022. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php. Acesso em: 04 jul 2023.

Downloads

Published

2024-01-19

How to Cite

GOMES, M. L. de O.; XAVIER, P. de A.; DA SILVA JÚNIOR, J. P.; DE FREITAS, F. S. S.; RODRIGUES, D. L. T.; BARBOSA, K. T.; DE OLIVEIRA, M. L.; DO NASCIMENTO, M. B. Incremento do teto de média e alta complexidade - desafio à gestão municipal . Journal Archives of Health, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 27–34, 2024. DOI: 10.46919/archv5n1-004. Disponível em: https://ojs.latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/1526. Acesso em: 22 jun. 2024.